Qual o Segredo da Dieta Paleolítica Que Faz Você Perder Peso?

Como o nome mesmo sugere, a dieta Paleolítica é inspirada na dieta dos nossos ancestrais da Era Paleolítica. Ela consiste na ingestão de carnes em geral, de preferência cruas ou defumadas, acompanhadas de muitas folhas, frutas, raízes, oleaginosas e ovos.

Essa dieta foi criada por um americano, Mark Sisson, que pensou que, se pudesse seguir as premissas de uma alimentação natural, como os homens da Idade da Pedra faziam, poderíamos emagrecer e nos tornar saudáveis como eles eram.

Claro que levou-se em conta que, além das mudanças alimentares, também deveríamos promover a prática de atividades físicas de maneiras simples, fazer caminhadas longas ou tentar não ficar o dia todo sentado no ambiente de trabalho.

Além das práticas alimentares repletas de carnes, grãos, frutas e legumes, os neandertais tinham que sair para caçar, exercitando-se muito a cada caçada de animais. O que as pessoas geralmente não se lembram era que esses homens das cavernas também ficavam longos períodos de jejum, uma vez que a comida só era farta nos dias que a caça era bem-sucedida.

Dessa forma, esses três significativos componentes (alimentação rica em proteínas, exercícios e jejum, assim como eu sempre digo aqui no www.ComecarAEmagrecer.com) fazem da “Dieta Paleo” uma dieta com tantos seguidores no Brasil e pelo mundo. Os defensores dessa dieta firmam que a ela reduz o diabetes e, com certeza, reduz os quilos indesejados, além de desintoxicar o organismo dos alimentos industrializados e fast foods.

Os adeptos a esse tipo de dieta dizem que uma coisa é fato: o segredo da logenvidade é comer pouco. Pesquisas neste sentido vêm confirmando esse dado. Segundo especialistas na área, os regimes restritivos colocam o organismo em estado de Cetose, acelerando, e muito, o processo de emagrecimento.

Mas afinal, qual é o grande segredo da Dieta Paleolítica que leva você a perder peso?

Dieta_PaleolíticaA Dieta Paleo é a dieta que mais se aproxima de uma alimentação natural, tendo como base um hábito de vida saudável. Mas, não é somente esse o grande segredo da dieta da Glória Maria e outros famosos da TV.

Certamente muitos de vocês já ouviram falar do processo o qual se faz uso da gordura corporal como a principal fonte de energia para o corpo, a Cetose.

A Cetose foi identificada pelo Dr. Bauer na década de 60, o qual verificou que é um estágio no catabolismo que ocorre quando o fígado converte a gordura em ácidos graxos e corpos cetônicos, que podem ser usados pelo corpo para energia.

Tal processo nada mais é do que um estado normal do metabolismo, que ocorre na ausência da glicose e acontece quando o organismo usa os depósitos de gordura como fonte de energia (quando não há mais glicogênios).

Por isso, se você deseja eliminar alguns quilos, procure cortar os carboidratos ou tentar diminui-los para até 20 gramas por dia.

Quando colocamos muita glicose no sangue (quando muito carboidrato é ingerido), a insulina converte e armazena esse excesso de açúcar em gordura e você ganha peso. Porém, quando você mantém a ingestão de carboidratos baixa, você limitará a disponibilidade de glicose, forçando o seu corpo a fazer uso da gordura dos alimentos e da gordura armazenada nos seus “pneuzinhos” para funcionar.

Para esclarecer e facilitar o entendimento de todos, selecionamos alguns tipos de carboidratos para podermos exemplificar quais alimentos a dieta procura restringir do seu dia-a-dia.

São eles os alimentos adoçados, cereais e derivados (arroz, quinoa, aveia, trigo, etc.), tubérculos (todos os tipos de batata, inhame, entre outros), leguminosas (soja, feijão, lentilhas, etc.). Além disso, a dieta também não inclui leite e seus derivados.

Outro fator que potencializa esse processo de queima é que algumas pessoas ficam de 24 horas a 10 dias sem comer, forçando o organismo a utilizar os estoques de gordura corporal.

Isso pode parecer um tanto torturante ou maluco, mas muitas pessoas têm relatado que sentem-se com mais energia e com o raciocínio mais claro após a dieta, fora a sensação de desintoxicação do organismo.

Outras pessoas ainda dizem que quando começamos a nos alimentar ingerindo bem menos carboidratos, de acordo com a Dieta Paleo, a fome também muda, pois passamos a nos alimentar de maneira correta.

Quando ingerimos altíssimas quantidades de carboidratos (açúcares), o corpo, além de queimá-los rapidamente, também faz com que sintamos fome novamente em pouco tempo.

ingerir_uma_quantidade_grande_de_carboidratosPor isso, quando você para de ingerir uma quantidade grande de carboidratos, o corpo sente inicialmente uma crise de “abstinência”- uma vontade absurda de comer algum carboidrato. Porém, em poucos dias, o corpo se reprograma rapidamente a queimar gordura como fonte principal de energia.

Esse foi por muitos anos o segredo dos nossos ancestrais que não eram obesos e não consumiam tantos alimentos industrializados como fazemos atualmente. E ainda, possuíam hábitos de vida mais saudável e ativo, cheios de energia, disposição e agilidades, o que foi também relatado por algumas pessoas que fazem a dieta na atualidade.

Como qualquer dieta restritiva, devemos considerar que o consumo da quantidade de carne que a Paleo prega pode levar muitos adeptos da dieta a exceder a quantidade de gorduras saturadas no organismo, uma vez que a quantidade de gordura saturada presente na maioria das carnes é elevada.

Essa quantidade em excesso pode ocasionar doenças cardiovasculares e aumento de colesterol no sangue.

Vale também refletirmos que, antigamente, na época dos homens das cavernas, os animais não recebiam doses exorbitantes de antibióticos e hormônios – o que ocorre nos dias de hoje e reflete diretamente na qualidade da carne.

Diante de tantos prós e contras, é necessário que você reflita sobre os cuidados que deve ter ao fazer uma dieta como essa, levando em consideração os ganhos a curto prazo e, especialmente, os ganhos e perdas a longo prazo.

Por fim, lembre-se sempre de fazer um acompanhamento nutricional e com o seu médico de confiança. Ele, seguramente, poderá lhe informar com mais clareza sobre cada um dos benefícios desse tipo de dieta para o seu organismo, podendo realizar prognósticos a partir de exames mais detalhados e fazer o seu acompanhamento mais de perto.